quarta-feira, 13 de junho de 2007

Peixes do Mearim


O rio Mearim, um dos principais corpos de água do estado do Maranhão, recebe homenagem em forma de um livro que revela sua exuberância através da composição da sua ictiofauna. Além das belas fotografias e informações preciosas sobre os peixes nativos, reúne elementos básicos sobre anatomia, morfologia, fisiologia, sistemática e nomenclatura zoológica o que realmente leva o leitor leigo ao universo íctico. Até mesmo para os ictiólogos o livro não deixa dúvidas sobre sua qualidade por ter recebido a consultoria de nomes conhecidos, como: Horácio Higuchi e Patrícia Charvet de Almeida. Contudo, o livro não aborda apenas peixes, traz à tona terminologias vernaculares que definem seus diferentes tipos de ambientes. De um modo geral seu layout, sua capa dura, fotografias, texto bilingue, páginas em papel gloss configuram em uma obra audaciosa de qualidade que estava faltando no Maranhão. Ao autor Éden do Carmo Soares, minhas singelas congratulações.
Como adquirir o livro:
www.poeme-se.com.br ou por e-mail: poemesse@elo.com.br

3 comentários:

Sear Jazube disse...

gostaria de saber porque não existe relatos de tucunaré na região do Maranhão.

Jorge Luiz Silva Nunes disse...

Sear Jazube,

Há relato de tucunaré no Maranhão! Os tucunarés ocorrem principalmente no rios amazônicos, neste caso no nosso rio Tocantins. Por outro lado, podemos encontrar exemplares introduzidos no rio Pindaré.

Um abraço e continue acompanhando o blog Peixes do Maranhão.

Jorge Luiz Silva Nunes disse...

Sear Jazube.

Há tucunarés em rios maranhenses, porém ficam restritos aos rios de características amazônicas, neste caso encontramos no rio Tocantins. Por outro lado, podemos encontrar tucunarés no rio Pindaré, sendo que estes foram introduzidos por criadores locais.

Um abraço, continue acompanhando nosso blog Peixes do Maranhão.